PSICOSSOMÁTICA: UMA REVISÃO

  • Suzana Silva Kroeff Faculdade da Serra Gaúcha
  • Vivian Cristina Kratz Faculdade da Serra Gaúcha
  • Taíse Moschen Faculdade da Serra Gaúcha
  • Rudimar Mendes Faculdade da Serra Gaúcha

Resumo

Resumo: A fim de melhor compreender esse tema tão presente e atual na clínica contemporânea e as razões pelas quais os pacientes psicossomáticos apresentam dificuldade em entender seus sintomas, o presente trabalho teve como objetivo estudar o contexto da psicossomática, desde seu surgimento enquanto objeto de estudo até sua evolução enquanto conceito, passando pelas principais escolas de pensamento que se debruçaram sobre a temática. Por meio de pesquisa bibliográfica e revisão de livros e artigos. Neste artigo buscou-se uma cronologia dos olhares sobre a psicossomática desde a Antiguidade até o surgimento da psicanálise freudiana, assim como, trata da correlação dos sintomas histéricos com as manifestações somáticas, trazidas por Freud. Por fim, trata-se de uma leitura das principais contribuições das escolas de psicossomática. A dificuldade de simbolização entre os psicossomáticos, em que as angústias ficam desassociadas das dores, fatos e realidades traumáticas é uma das principais conclusões do estudo. Por não associar a causa orgânica à psicológica, muitos pacientes tardam ao buscar tratamento psicológico.  

Biografia do Autor

Suzana Silva Kroeff, Faculdade da Serra Gaúcha
Vivian Cristina Kratz, Faculdade da Serra Gaúcha
Taíse Moschen, Faculdade da Serra Gaúcha
Rudimar Mendes, Faculdade da Serra Gaúcha
Publicado
2015-03-31