A CRIANÇA EM DEVIR: A INFÂNCIA, A LOUCURA E A ALTERIDADE

  • Janaina Dorigo dos Santos
  • Magda Mello

Resumo

 O artigo tem como objetivo investigar como a infância é vivenciada pelas crianças no CAPSij, a partir de uma experiência de estágio. Para tal, a metodologia utilizada foi do tipo qualitativa e o método exploratório. O levantamento bibliográfico e o estudo de caso foram utilizados para a coleta de dados. Traçando um retrato do CAPSij, foi possível evidenciar como se articula o serviço para propor intervenções com as crianças que frequentam o mesmo. Através das atividades desenvolvidas, do fluxo do serviço e das interações com a equipe do local, percebeu-se um modo de cuidado peculiar e em constante construção possibilitando, formas de construção de subjetividade, bem como de apropriação de si mesmo. Diante do exposto no estudo de caso e do levantamento bibliográfico, foi possível concluir que há possibilidades de alteridade para a criança que frequenta o CAPSij desde que considerada a escuta e o devir-criança de cada profissional do serviço.

Biografia do Autor

Janaina Dorigo dos Santos
Magda Mello
Publicado
2015-03-27