O USO DO LÚDICO PARA IDOSOS DEPENDENTES

  • Susana Maria Carpeggiani Cabral Faculdade da Serra Gaúcha
  • Marina Matiello Faculdade da Serra Gaúcha

Resumo

O presente artigo teve por objetivo analisar de que forma a psicologia, dentro de uma UBS, pode contribuir para a melhoria da qualidade de vida de idosos dependentes. Para tal, relatou-se a experiência vivida no estágio da ênfase no curso de psicologia da Faculdade da Serra Gaúcha, com um grupo de interação entre jovens e idosos dependentes, desenvolvendo atividades lúdicas e promovendo o autocuidado. Utilizou-se como estratégia metodológica jogos, dinâmicas e brincadeiras educativas, momentos de trocas de experiência e a promoção de vínculos. Com a elaboração deste trabalho percebeu-se que as atividades lúdicas, os momentos de ensino/lazer, a interação com jovens e familiares são essencialmente benéficos à saúde e são necessários para a melhoria da qualidade de vida do idoso.

Biografia do Autor

Susana Maria Carpeggiani Cabral, Faculdade da Serra Gaúcha
Marina Matiello, Faculdade da Serra Gaúcha
Publicado
2015-03-27