SATISFAÇÃO NO TRABALHO E AS DIFERENTES GERAÇÕES

  • Morgana Buratti Faculdade da Serra Gaúcha
  • Sarajane de Fátima Lima de Oliveira Faculdade da Serra Gaúcha

Resumo

Atualmente, a maioria dos ocupantes dos cargos dentro das organizações enquadram-se nas Gerações Y e Z. Partindo desta constatação, é possível verificar que as empresas estão, cada vez mais, tendo que lançar seus olhares para este público, que possui algumas características, as quais influenciam diretamente as organizações onde atuam. Assim, desenvolvemos um estudo que teve por objetivo investigar se existe diferença entre o nível de satisfação no trabalho dos colaboradores das Gerações Y e Z e das Gerações anteriores. O estudo teve cunho exploratório e descritivo, com abordagem quantitativa. Para tanto, contou com duas amostras, sendo a amostra 1 composta pelos colaboradores que se enquadram nas Gerações Y e Z e a amostra 2 composta pelos colaboradores de outras Gerações, num total de 50 pessoas em cada amostra. Para a coleta de dados utilizou-se de um questionário multidimensional conhecido como Escala de Satisfação no Trabalho – EST, composto por 25 itens na sua forma completa, englobando cinco dimensões do trabalho, sendo elas: Satisfação com os colegas, Satisfação com o salário, Satisfação com a chefia, Satisfação com a natureza do trabalho e Satisfação com as promoções. Os resultados obtidos apontaram que não há diferenciação entre o nível de satisfação com o trabalho em ambas as amostras, ou seja, de modo geral os profissionais das duas amostras revelaram estar satisfeitos com as dimensões que envolvem satisfação com a Chefia, com os Colegas e com a Natureza do Trabalho, bem como menos satisfeitos com relação ao Salário e Promoções.

Biografia do Autor

Morgana Buratti, Faculdade da Serra Gaúcha
Sarajane de Fátima Lima de Oliveira, Faculdade da Serra Gaúcha
Publicado
2015-03-31