ANÁLISE DE UM CASO CLÍNICO DE PARANÓIA SOB O OLHAR PSICANALÍTICO DE FREUD À LACAN

  • Ananda Luiza Breitencach Faculdade da Serra Gaúcha
  • Patrícia Godinho Poloni Faculdade da Serra Gaúcha
  • Rudimar Mendes Faculdade da Serra Gaúcha

Resumo

Este artigo propõe-se a investigar os principais constructos psicanalíticos, desde os estudos de Freud à Lacan sobre a estrutura da psicose na paranoia. O discurso e a observação de uma paciente são fontes de estudo para a investigação da relação entre a teoria psicanalítica e as construções delirantes que afetam o cotidiano da paciente. A elaboração deste trabalho tenta fornecer subsídios para uma melhor interpretação do histórico de vida de uma paciente abandonada pela família, sendo observada e compreendida através de uma nova perspectiva. Este trabalho fomenta elementos que possam ser proveitosos à compreensão da realidade de algumas Clínicas Psiquiátricas de nossa região. Extrai-se que uma maior ênfase na escuta do delírio, poderia ensejar resultados determinantes à melhora da interação social do paciente e da contenção do surto em alternativa à contenção química ou mecânica, especialmente, em pacientes paranoicos.

Biografia do Autor

Ananda Luiza Breitencach, Faculdade da Serra Gaúcha
Patrícia Godinho Poloni, Faculdade da Serra Gaúcha
Rudimar Mendes, Faculdade da Serra Gaúcha
Publicado
2015-03-27