Situação carcerária feminina

  • Suelen de Camargo Xavier Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG
  • Luana Cavalli Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG
  • Suelen da Silva Webber Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG

Resumo

O presente artigo tem como objetivo central analisar as condições carcerárias para as mulheres.Tal foco impõe-se no momento em que se percebe que cada dia os índices de mulheres presas aumenta e as casas prisionais não possuem estrutura para recebê-las. Prova disto é que as presas são submetidas ao mesmo tipo de prisão imposta para os homens, com condições precárias, começando pela superlotação. Para que o sistema fosse diferente para as mulheres, houve alterações na lei, mas não surtiram muito efeito, tendo em vista a falta de agentes para a aplicação e fiscalização dessas mudanças. Por fim, será possível perceber que, se não houver mudanças no nosso sistema de punição, a situação só irá se agravar, fazendo com que cada vez mais os direitos e garantias fundamentais sejam afetados, assim como a sociedade.

Publicado
2018-06-26
Seção
Grupo de Trabalho 1: Direitos Humanos e Transformação Social