A ATUAÇÃO DA POLÍTICA BRASILEIRA NA PROTEÇÃO AOS REFUGIADOS E SUA INSERÇÃO NA SOCIEDADE

  • Graziela Greco da Silva UNIRITTER
  • Cristiane Feldmann Dutra
  • Suely Marisco Gayer
  • Roberta Gabriela Sucolottide Andrade

Resumo

O Brasil é conhecido por ser país acolhedor, que graça de boa harmonia social, isto é, distante de conflitos étnicos, religiosos ou culturais historicamente arraigados ou institucionalizados. Diante disso, grande parte dos refugiados optam pelo Brasil, e  alimentam-se de uma falsa esperança que aqui todos os seus problemas serão solucionados. Mas chegando ao país deparam-se com inúmeras dificuldades, que vão desde saúde, educação, trabalho, moradia e dificuldade com o idioma. A partir da pesquisa, foi possível extrair uma demonstração da atuação da Política Brasileira na Proteção aos Refugiados no que diz respeito aos governos de FHC, Lula e Dilma. O que se pode perceber é que o governo pouco tem feito para integrar e incluir este grupo na sociedade brasileira. Grande parte das ações realizadas é originária da sociedade civil, que sensibilizados com a ausência de políticas públicas frente aos refugiados, atuam para garantir seus direitos fundamentais e buscam inseri-los na nossa sociedade.

Biografia do Autor

Graziela Greco da Silva, UNIRITTER

Pós-Graduada em Direito do Trabalho e previdenciário (UNIRITTER), Graduada em Direito (PUCRS).E-mail: grazigreco@gmail.com   

Publicado
2018-06-26
Seção
Grupo de Trabalho 3: Conflitos Internacionais, Crises Humanitárias e Direitos Humanos