PARA “IR PASSANDO A BOIADA E MUDANDO TODO O REGRAMENTO”

REFLEXÕES SOBRE VIOLAÇÕES AOS DIREITOS HUMANOS DE POVOS INDÍGENAS E POPULAÇÕES TRADICIONAIS NA AMAZÔNIA EM TEMPOS DE (DES)GOVERNO BOLSONARO

  • Sandra Regina Alves Teixeira
  • Benedito Emílio da Silva Ribeiro

Resumo

Este ensaio busca refletir sobre os discursos negacionistas e aniquiladores dos direitos territoriais e socioculturais dos povos indígenas proferidos pela equipe de governo do atual presidente, Jair Bolsonaro, tão evidenciados pelas mídias sociais e demais meios de comunicação. Esta proposta é continuidade de uma pesquisa que está sendo desenvolvida pelos autores, cujos resultados preliminares foram apresentados no 3º CIPIAL, e que se volta para a compreensão da atual realidade sociopolítica e jurídica brasileira, no que tange as crescentes tentativas de violação dos direitos fundamentais e originários dos povos indígenas, por meio da análise de discursos e ações relacionadas ao governo de Jair Bolsonaro. De forma mais pontual, neste ensaio voltamo-nos para a realidade da Amazônia e os descasos legais e episódios de racismo ambiental (ABREU, 2013) vivenciados na região, como o exemplo das queimadas e as invasões/grilagens, que nos ajudam a dimensionar as grandes ameaças que circundam os territórios dos povos indígenas e populações tradicionais (FIORELO, 2016).

Publicado
2020-12-11