Sociedade e novos direitos

  • Magaly Ferrari
  • Jhenifer Chimendes Silveira
  • Rudimar Felisberto Boff Júnior
  • Tamara Menegat

Resumo

No Brasil, as células-tronco, reguladas pela Lei de Biossegurança, são objeto de estudo na cura e terapia de doenças e na fecundação in vitro. Além disso, surge uma parcela da sociedade com questionamentos controversos afirmando a violação do direito à vida e à dignidade do embrião, quando ocorre o uso de suas células, na qual resulta a destruição do embrião. Diversamente, a pesquisa pode trazer uma evolução para a medicina e avanços significativos para a recuperação de pacientes com doenças graves. Aborda-se, também, a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 3510), que tem como propósito impedir essa natureza de estudos científicos. Contudo, verificamos a dicotomia que desacelera o desenvolvimento de estudos científicos medicinais com as células-tronco embrionárias.
Publicado
2014-10-28
Seção
Artigos da Revista