CINEMA, CRIMINOLOGIA E ROCK N’ ROLL: UMA BREVE HISTÓRIA SOCIAL DAS DROGAS

  • Maurício Sant'Anna Reis PUCRS
Palavras-chave: cinema, criminologia cultural, guerra às drogas.

Resumo

A questão do tráfico e do consumo, de drogas é constantemente pauta de debates acerca do recrudescimento da persecução e punição, não raras vezes amparados em justificativas moralistas e/ou religiosas sem fundamento científico; de qualquer sorte, inegável que as drogas pertencem , de maneira geral, a cultura e refletem em suas manifestações estéticas. O presente artigo pretende analisar a relação entre a produção cinematográfica e artística da temática das drogas e suas implicações no direito, principalmente no que diz respeito à sua persecução. Para tanto os filmes Easy Rider, Medo e delírio em Las Vegas, Trainspotting, Laranja Mecânica e Cidade de Deus servem de pano de fundo na tentativa de construir essa relação sociedade, direitos humanos e poder punitivo. Espectros econômicos, sociais, artísticos e jurídicos são trazidos e contextualizados na tentativa de evidenciar a premente necessidade de se (re)pensar uma política de drogas séria tendo com influxo os gritos que ecoam nas obras utilizadas.

Biografia do Autor

Maurício Sant'Anna Reis, PUCRS
Criminologia, direito penal, direitos humanos
Publicado
2015-08-25
Seção
Artigos da Revista