ANÁLISE DA DIFERENÇA ENTRE A BANDAGEM FUNCIONAL E BANDAGEM BIOMECÂNICA NA PISADA DE CORREDORES DE RUA

  • Leonardo Luiz Crestani Gardini
  • Lucas Baltazar Bartelle
  • William Dhein
  • José Davi Oltramari

Resumo

RESUMO: A atividade física vem sendo cada vez mais praticada entre as pessoas, principalmente entre praticantes amadores, visto com estudos que a mesma traz benefícios para a saúde psicológica, fisiológica e física. A fisioterapia desportiva tem utilizado diversos recursos tanto na prevenção quanto na reabilitação de lesões no esporte, seja para atletas profissionais quanto para aqueles que praticam o esporte regularmente. Objetivo: Verificar a eficácia da bandagem funcional e da bandagem biomecânica em um corredor amador de rua em relação a sua pisada em suas práticas. Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo de caso, composto por um corredor amador de rua na cidade de Farroupilha – RS. com idade entre 18 a 55 anos e que pratica a mesma a mais de seis meses. Para desenvolvimento dessa pesquisa, foram utilizados quatro instrumentos para coleta de dados e mais uma ficha de avaliação de dores osteomusculares. Além dela foram utilizados os seguintes testes de avaliação: Bess, YBT, Step Down test e banco de Wells. Resultados: Fez parte do estudo um indivíduo do sexo masculino, 24 anos e lateralidade direita. Nos testes realizados, o resultado de sua flexibilidade foi médio, o equilíbrio estático e agachamento unipodal foram considerados bons pelos scores de erros. Conclusão:A partir dos resultados encontrados no presente estudo, verificou-se uma maior eficácia da bandagem biomecânica com relação à bandagem funcional, com tudo, ambas são eficazes quando comparadas aos testes sem aplicação de bandagens.

 

Palavras-chave:Fisioterapia. bandagem funcional. Benefícios. Lesões. Testes. Reabilitação. corrida.

 

 

Publicado
2020-07-10