APLICABILIDADE CINESIOLÓGICA EM INDIVÍDUOS COM INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA QUE REALIZAM HEMODIÁLISE

  • Franciele de Souza Ferreira
  • Mônica Fortuna Tartari
  • José Davi Oltramari

Resumo

Introdução: Visto que o indivíduo portador de insuficiência renal crônica que realiza hemodiálise apresenta perda de força muscular, qualidade de vida e sobrevida, o presente estudo tem como objetivo realizar uma revisão integrativa sobre a aplicabilidade cinesiológica em indivíduos com insuficiência renal crônica que realizam tratamento com hemodiálise. Metodologia: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, recrutada através de bases de dados eletrônicas, constituindo estudos experimentais e de revisão. Resultados: A tolerância ao exercício físico é diminuída em pacientes com insuficiência renal crônica e a falta de atividade física é um fator de risco para mortalidade nos pacientes que realizam hemodiálise, porém é potencialmente modificável com cinesioterapia, principalmente o exercício resistido, que proporciona benefícios funcionais para os indivíduos com insuficiência renal crônica que realizam hemodiálise, pois na grande maioria pode-se observar evolução e melhora na qualidade de vida com a prática do ciclo ergômetro, uso de faixa elástica e over-ball. Discussão: Levantou-se a dúvida da possibilidade de um indivíduo com doença renal crônica em tratamento de hemodiálise realizar como recurso cinesioterapêutico, o exercício resistido antes, durante ou após sessão dialítica. Conclusão: A fisioterapia proporciona com o recurso da cinesioterapia, o exercício resistido, benefícios funcionais para os indivíduos com insuficiência renal crônica que realizam hemodiálise, pois na grande maioria pode-se observar evolução e melhora na qualidade de vida.

 

Palavras-chave:Insuficiência renal crônica. Hemodiálise. Cinesioterapia. Exercício resistido. Fisioterapia.

Publicado
2020-07-10