COMO EXPERIÊNCIAS NO EXTERIOR AGREGAM NA CARREIRA DO PROFISSIONAL DE ADMINISTRAÇÃO

  • Emannuely Ostroswski Pereira da Silva
  • Maria D’Lourdes Rotermund

Resumo

O mercado de trabalho atual conta com um novo modelo de profissional disponível: os nômades globais. São indivíduos que saem do seu país de origem para conhecer e absorver conhecimentos e costumes nas mais variadas culturas e retornam ao seu país com essa bagagem de conhecimento. Desta forma, as organizações precisam estar preparadas para receber e absorver o máximo de conhecimento possível deste profissional. Este estudo tem como objetivo identificar como as experiências no exterior agregam na carreira do profissional de administração. A metodologia utilizada é de natureza exploratória, com abordagem qualitativa. Foram sujeitos a pesquisa nove acadêmicos e bacharéis em administração que tenham, em algum momento de sua vida, passado por experiências fora do seu país de origem, estes localizados no estado do Rio Grande do Sul. A técnica de coleta de dados foi entrevista com roteiro semiestruturado. A técnica de análise das respostas é de forma interpretativa, com comparações dos dados pesquisados com o referencial teórico exposto no trabalho. A conclusão deste estudo é que para ser considerado um nômade global o indivíduo deve se sentir desta forma e buscar desenvolver suas aptidões através das experiências adquiridas em outros países que não o seu de origem. Há espaço para que os profissionais desenvolvam suas tarefas com base em suas experiências em outros países, porém as empresas ainda precisam estar mais abertas para incentivar o profissional a aplicar seus conhecimentos adquiridos fora, no cotidiano das atividades da organização.

Publicado
2018-03-25