FATORES MOTIVADORES E INIBIDORES PARA ACADÊMICOS SEREM DOADORES DE SANGUE EM CAXIAS DO SUL/RS

  • Anderson Toscano
  • Cláudio Rotta
  • Andressa Fante
Palavras-chave: Doação de sangue. Motivação. Comportamento

Resumo

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o fornecimento regular de sangue é fundamental para manter os bancos de sangue abastecidos. Nesse sentido, o presente artigo tem como objetivo elencar os fatores motivadores e inibidores à doação de sangue pelos acadêmicos de uma instituição de ensino superior da cidade de Caxias do Sul/RS. Marketing, responsabilidade social, motivação e comportamento do indivíduo foram as principais teorias que embasam o estudo, já que oferecem elementos para compreender o assunto, com os autores GIL (2008), MARCONI e LAKATOS (2008), norteando o estudo na área da pesquisa, e KARSAKLIAN (2008), na de motivação. A metodologia empregada parte de uma fase exploratória qualitativa, que traz os atributos considerados importantes no que tange à coleta de sangue. Posteriormente, foi realizada uma pesquisa descritiva quantitativa que, por meio de um levantamento, buscando medir o grau de importância dada por 440 acadêmicos a cada um desses atributos. Os atributos em destaque das pesquisas são quatro: estabelecimento de coleta (sendo o mais importante); emoção; meios de divulgação; e, grupos de referência (este não tendo uma importância decisiva no estudo). Conclui-se, também, que mais de 6% dos acadêmicos doam sangue regularmente; o que é considerado um bom resultado, tendo em vista que a média nacional brasileira é de 1,9%.

Publicado
2013-07-16