QUANDO A REDE RECRIA FALA: TEXTOS DE INTERNOS DO CASE COMO A VOZ DOS MENINOS

Resumo

Ao transpor ideias para o papel, meninos internos do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Caxias do Sul revelam experiências, angústias e planos. Ao lado de trabalhos produzidos por outros garotos e garotas em vulnerabilidade social, esses textos, oportunizados pela Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente de Caxias do Sul (Recria), podem ser uma janela de comunicação para quem está, mesmo que por curto período, privado de liberdade. O que este estudo pretende é evidenciar algumas das produções dos garotos do Case e, assim, mostrá-las como canal de comunicação com o mundo.

Biografia do Autor

Cristiane da Silva Barcelos, Universidade de Caxias do Sul (UCS)/ CAPES
Mestranda em Letras, Cultura e Regionalidade
Alessandra Paula Rech, Universidade de Caxias do Sul (UCS)
Doutora em Letras
Publicado
2017-10-27