O RETORNO DA FORÇA EXPEDICIONÁRIA BRASILEIRA: REINTEGRAÇÃO SOCIAL, ASSOCIAÇÕES, DIVISÕES POLÍTICO-PARTIDÁRIAS E DIREITOS DOS FEBIANOS

Resumo

A participação do Brasil na segunda guerra mundial, através de envio da Força Expecionária Brasileira, ainda constitui uma lacuna na literatura produzida sobre o período. Poucos são os pesquisadores, de diferentes áreas de estudo, que se debruçam sobre esse tema, acabando por produzir um esquecimento frente à participação de muitos brasileiros nesse período conturbado da história mundial. Para tanto, com fim de contribuir para o preenchimento dessa lacuna de observação, o presente artigo objetiva analisar como se deu o retorno da Força Expedicionária Brasileira, após a participação na segunda guerra mundial. Seus dilemas, mobilização, reintegração social, criação de associações, dificuldades e obstáculos que os febianos encontraram ao retornar ao seu país, também serão o foco de analise deste trabalho. 

Biografia do Autor

Suliane da Silva Cardoso, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)
Formada em Ciência Política pela Faculdade da Serra Gaúcha. Mestranda em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.
Taiane Fabiele Bringuenti, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

Formada em História pela  Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Mestranda em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Publicado
2017-10-27
Seção
Ciências Jurídicas e Sociais - Resumo Expandido