A ATIVIDADE PRÁTICA SUPERVISIONADA COMO INSTRUMENTO DE APRENDIZAGEM

  • Patricia Kelly Wilmsen Dalla Santa Spada Centro Universitário da Serra Gaúcha
  • Deivis Cassiano Philereno Faculdade Cenecista de Osório
  • Julio Cesar Ferro de Guimarães
  • Claudio Rotta
  • Cesar Pandolfi
  • Angela Kolberg
  • Simone de Oliveira Emer

Resumo

No Brasil desde os anos 2000, percebe-se uma procura cada vez maior por profissionais qualificados. Essa demanda tem provocado aumento no número de Instituições de Ensino Superior (IES) e no acesso a elas e, principalmente, na preocupação por maior qualidade de ensino. Para contribuir com o conhecimento teórico-prático e aprendizagem do aluno, a Faculdade da Serra Gaúcha (FSG) se vale de vários instrumentos e um deles é a Atividade Prática Supervisionada (APS). Assim, o objetivo do presente estudo é relacionar a qualificação e retenção do aluno de graduação da FSG, buscando o aprimoramento e aperfeiçoamento das APS realizadas. Em um levantamento junto aos alunos, o estudo investigou a relação entre o conhecimento teórico-prático com a qualificação e, esta, com a retenção dos acadêmicos de graduação na FSG. Para tanto foi aplicado um questionário cujas respostas eram dadas de acordo com uma escala de concordância, pertinentes a APS, relacionando essa com a aprendizagem e retenção do acadêmico. O estudo concluiu que a APS qualifica a sua formação profissional, estimula o seu desenvolvimento crítico e criativo, além de desenvolver a sua capacidade de autonomia.
Publicado
2017-10-27