PROJETO DE EXTENSÃO EM FISIOTERAPIA DESPORTIVA: BASQUETEBOL

  • Huender José Cardoso de Miranda Centro Universitário da Serra Gaúcha
  • Beatriz Westenhofen
  • Leonardo Luis Crestani Gardini
  • Lívia Moreira Feitosa
  • Lucas Baltazar Bartelle
  • Luis Henrique Erthal
  • Mariane Mello Piccoli
  • Maycon Luiz Graff
  • José Davi Oltramari

Resumo

Introducao: O basquetebol consiste como uma das modalidades desportivas que mais contribui para os números de lesões desportivas (KELM et al., 2004; COHEN et al., 2000; TAYLOR et al., 2000; SIEWERS, 1998). Nisso, surge uma necessidade de instituir protocolos de prevenção, auxiliando na redução da ocorrência de lesões e consequentemente evitando o afastamento destes da prática desportiva. O objetivo deste trabalho consiste na caracterização epidemiológica e física dos atletas atendidos pelo Projeto de Extensão em Fisioterapia Desportiva, bem como relatar as atividades preventivas desenvolvidas por este com atletas de basquetebol de Caxias do Sul. Resultados: A amostra consiste em sua totalidade de indivíduos do sexo masculino, com faixa etária de 15-17 anos, com estatura média de 1,86 m e peso 76,5 kg. Quanto ao tempo de prática, tem-se uma média de 2,5 anos, bem como frequência diária em treinos pela equipe. No quesito força de core, 90% destes apresentavam fraqueza de transverso do abdômen, bem como déficits de estabilidade de membro inferior, sendo valor médio de 86%, sendo normalidade acima de 94%. Relaciona-se esta redução da capacidade de equilíbrio, com a fraqueza do core, visto que é nele que o centro de gravidade do corpo localiza-se, sendo ponto inicial de todos os movimentos do ser. Conclusao: O trabalho de estabilização central aliado à exercícios de equilíbrio e estabilização segmentar se fazem necessários para a redução de fatores predisponentes à lesões desportivas no basquete.
Publicado
2019-01-04