PRINCIPAIS DIAGNÓSTICOS DE ENFERMAGEM EM PACIENTES SUBMETIDOS À QUIMIOTERAPIA INFUSIONAL

  • Caroline Marsilio Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG
  • Fernanda Formolo
  • Patricia Kelly Wilmsen Dalla Santa Spada

Resumo

Objetivo: identificar os principais diagnósticos de enfermagem em pacientes com diagnóstico de câncer submetidos à quimioterapia infusional. Método: estudo descritivo de corte transversal realizado em uma Instituição Oncológica na Serra Gaúcha por meio de busca em prontuários médicos físicos e eletrônicos de pacientes em tratamento quimioterápico por via endovenosa entre os anos de 2017 e 2018. Ao todo, registros de cem (100) pacientes foram analisados. Resultados: dentre as evoluções de enfermagem, 50% registravam apenas a presença ou ausência de intercorrências durante a administração da droga antineoplásica juntamente com breve avaliação de riscos. Dentre os diagnósticos de enfermagem identificados em registros mais completos, Risco de Infecção (41%), Risco de trauma vascular (22%) e Dor Aguda (15%), apresentaram maior nível de ocorrência. Conclusão: a Enfermagem atua amplamente junto a pacientes em tratamento quimioterápico e a qualidade da assistência relaciona-se com a organização da mesma. Os diagnósticos de enfermagem consistem na base para um cuidado guiado pelo pensamento clínico e norteiam o plano de cuidado do profissional enfermeiro, sendo sua realização de extrema importância. Os achados possibilitam afirmar que a realização da etapa diagnóstica do Processo de Enfermagem (PE) se encontra falha na instituição avaliada e que quando a mesma ocorre, predominam os títulos de risco.

Biografia do Autor

Caroline Marsilio, Centro Universitário da Serra Gaúcha - FSG
Graduanda do curso de Enfermagem
Publicado
2018-12-28
Seção
Saúde e Ciências Agroveterinárias - Artigo Completo