ANÁLISE DE AMBIENTES PET FRIENDLY E SUA RELAÇÃO SOCIAL

  • Mauricio Jeronimo Tedesco Centro Universitário da Serra Gaúcha
  • Carla Farias Souza
  • Gislaine Sacchet

Resumo

O crescente número populacional de animais domésticos no Brasil faz com que o mercado pet se fortaleça e cresça cada dia mais, fenômeno que decorre da forte relação humano e animais de estimação na atualidade. Define-se como ambiente pet friendly aquele que é adaptado para receber e dar suporte ao humano e ao pet de maneira adequada e confortável. (MEDEIROS, 2014) O tipo de pesquisa utilizado nesse estudo foi a pesquisa descritiva com abordagem qualitativa. Foram utilizados como instrumentos de coleta de dados: Análise de similares a partir de estabelecimentos comerciais de Caxias do Sul (PÉON, 2009); Pesquisa desk sobre legislação, necessidades dos pets e interação dos pets com ambientes desconhecidos; e imersão em um café e restaurante pet friendly (VIANNA ET. AL., 2012);Ao decorrer do levantamento de dados dessa pesquisa pode-se perceber que há necessidades de inovação em ambientes comerciais que pretendem receber os pets. Um dos fatores mais determinantes para isso se encontra na necessidade de possuir um espaço que atendam as necessidades dos pets, tutores, funcionários e demais clientes que estejam no local, de forma com que os pets se sintam confortáveis e não atrapalhem o funcionamento normal do estabelecimento.

Biografia do Autor

Mauricio Jeronimo Tedesco, Centro Universitário da Serra Gaúcha
Acadêmico do curso bacharel em Design do Centro Universitário da Serra Gaúcha FSG
Publicado
2019-01-04
Seção
Arquitetura, Design e Engenharias - Resumo Expandido