PERFIL DE UM GRUPO DE CONTROLE DO TABAGISMO E OS DESAFIOS PARA O ENFERMEIRO

Resumo

OBJETIVO: conhecer o perfil dos participantes do Programa de Controle do Tabagismo do Ministério da Saúde em um município da região Nordeste do Rio Grande do Sul. MÉTODO: estudo epidemiológico, transversal, que avaliou entrevistas do roteiro padronizado pelo INCA, aplicadas a todos os fumantes que participaram do Grupo de Controle do Tabagismo, nos anos de 2013 a 2015, no município de Carlos Barbosa. RESULTADOS: avaliados 97 questionários de entrevistas aplicadas, cuja média de idade era de 45,84 ± 12,93 anos, 51,5% do sexo feminino, 23,7% casados e 41,2% com ensino fundamental. A maioria começou a fumar antes dos 16 anos (52,6%) e apenas 6,2% nunca tentaram parar. 81,4% procuraram por tratamento porque estava afetando a saúde e 40,2% referiu a presença de fumantes em casa. CONSIDERAÇÕES FINAIS: o conhecimento do perfil dos tabagistas tornará mais eficaz as condutas adotadas pelo profissional enfermeiro frente à população portadora desta doença

Biografia do Autor

Rosana Pinheiro Lunelli, Centro Universitário da Serra Gaúcha
Enfermagem
Publicado
2019-01-03