FATORES RELACIONADOS NA QUALIDADE DE VIDA EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS – UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

  • Bruna Leite
  • Evelin Rigo
  • Huender José Cardoso de Miranda
  • Gisele Oltramari Meneghini

Resumo

Introdução: O envelhecimento faz parte da sociedade, e vem se intensificando com a melhora da qualidade de vida individual e coletiva. Assim, isso gera um aumento nos serviços voltados a população idosa, solicitando uma maior demanda de programas de promoção da saúde. Objetivos. Realizar uma revisão sistemática da literatura sobre os fatores que interferem na qualidade de vida de idosos institucionalizados. Métodos. Para isso, foi realizada uma revisão da literatura, de artigos publicados entre 2015 e 2018, dos quais foram selecionados 14, indexados no SciELO e LILACS. Resultados: Idosos que mantêm-se ativos durante o envelhecimento, possuem maiores e melhores capacidades físicas e psicológicas. Há diferenças significativas entre idosos institucionalizados e comunitários, principalmente pela interação social. Há maiores índices de depressão, ansiedade, quedas, desnutrição e incapacidade funcional, gerando uma baixa qualidade de vida de quem vive nas ILPIs. Conclusões: As ILPIs possuem ainda muito fatores limitantes para uma boa condição de saúde do idoso. Por isso, manter atividades físicas que permitam o idoso permanecer ativo é de suma importância para uma boa qualidade de vida.

Publicado
2020-02-17
Seção
Saúde e Ciências Agroveterinárias - Artigo Completo