PARA ALÉM DO E-PROC

O IMPACTO DAS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS AO DIREITO

  • Mario Henrique da Rocha Faculdade da Serra Gaúcha
  • Adriano Tacca FSG Centro Universitário
  • Arthur Quartieri Camara da Rocha FSG Centro Universitário
  • Lucas Gechelin
  • Jessica Scopel Signorini FSG Centro Universitário

Resumo

No ambiente jurídico, normalmente o advento das novas tecnologias aplicadas ao direito é associada com o processo eletrônico (E-PROC), que foi instituído por intermédio da Lei nº 11.419 de 2006. Com a constante atualização das ferramentas tecnológicas, o E-PROC apenas tornou-se a resposta do judiciário para acompanhar a evolução da informática (HAONAT & COSTA, 2019, p.99).  Além disso cada vez mais o direito passou a se utilizar de diversas outras ferramentas e possibilidades tecnológicas tais como: as Law Techs, ou seja, empresas de tecnologia voltadas para o judiciário e escritórios de advocacia - (SALAMA, 2019) e o Projeto Victor, que consiste na utilização da Inteligência Artificial (IA) para realizar o juízo de admissibilidade no que tange a repercussão geral analisando para tanto recursos extraordinários e agravos em recursos extraordinários que são enviados ao STF (MAIA FILHO & JUNQUILHO, 2018, p. 222). Diante deste cenário de constante modificação tecnológica e da inserção de novas tecnologias no meio jurídico, a presente pesquisa busca responder ao seguinte questionamento: em que medida as novas tecnologias tem impactado as ciências jurídicas?  

Publicado
2020-02-20
Seção
Ciências Jurídicas e Sociais - Resumo Expandido