PRINCÍPIOS DA TEORIA DO CUIDADO CULTURAL OU DIVERSIDADE E UNIVERSALIDADE DO CUIDADO CULTURAL DE MADELEINE LEININGER

  • Bruna Gomes De Oliveira
  • Gabriela Pretto Bonatto
  • Gabriele Scapinelli Scopel CENTRO UNIVERSITÁRIO DA SERRA GAÚCHA
  • Mariana Gill de Mello
  • Samuele Verza Bertelli
  • Rosana Pinheiro Lunelli

Resumo

Objetivo: refletir sobre a utilização da Teoria da Diversidade e Universalidade do Cuidado Cultural, de Madeleine M. Leininger no desenvolvimento de estudos científicos na área de enfermagem. Método: Trata-se de uma revisão bibliográfica em que foram utilizadas bases de dados Scielo e EBSCO, os resultados foram avaliados e selecionados de forma manual. Resultados e Discussões: A literatura buscou identificar os principais aspectos da Teoria do Cuidado Cultural ou Diversidade e Universalidade do Cuidado Cultural de Madeleine Leininger, o mesmo atingiu o objetivo mostrando resultados coerentes com a prática do cuidado. Podemos perceber uma discordância entre os autores, porém, é evidente que a TUDCC é uma forma de aproximar o mundo do paciente com o mundo do profissional que está realizando o atendimento, além do mais, é um fator que estimula o conhecimento na enfermagem. Julga-se que a teoria permanece atual e respondendo às demandas da atualidade, apesar de suas limitações. Conclusão: Podemos concluir que a TUDCC visa que o enfermeiro utilize decisões e ações referentes ao processo de enfermagem, identificando as individualidades e diferenças culturais de cada cliente e também tem como objetivo enriquecer a prática do profissional enfermeiro e adequar a teoria para fins de uma busca do cuidado eficaz e satisfatória aos pacientes.

Publicado
2020-02-17
Seção
Saúde e Ciências Agroveterinárias - Artigo Completo