FATORES ASSOCIADOS AO CONSUMO DE BEBIDAS AÇUCARADAS EM ESCOLARES DE 8º E 9º ANO DA REDE PÚBLICA DE ENSINO DE CAXIAS DO SUL - RS

  • Patrícia Martinotto FSG Centro Universitário da Serra Gaucha
  • Cléber Cremonese
  • Maria Luisa de Oliveira Gregoletto

Resumo

Objetivo: Esta pesquisa buscou investigar a prevalência e os fatores associados ao consumo regular de bebidas açucaradas em adolescentes escolares do 8° e 9° ano da rede pública de Caxias do Sul – RS. Métodos: Trata-se de um estudo transversal, realizado com adolescentes escolares, com faixa etária de 12 ou >= 16 anos, de ambos os sexos (n=1.765). O instrumento de pesquisa utilizado para verificar o consumo de bebidas açucaradas nos adolescentes foi um questionário de frequência alimentar (QFA) (PeNSE 2012). A análise estatística foi realizada por meio do software SPSS (Statistical Package for Social Sciences - Chicago, IL), versão 21 0. Resultados: Ao verificar o consumo alimentar dos adolescentes em relação a bebidas açucaradas, encontra-se, que o consumo significativo do refrigerante, foram maiores para o sexo masculino (29%), comer em frente à televisão (34,1%), beliscar em frente à televisão (41,9%), comer fora de casa (54,1%), em contrapartida para o consumo significativo do suco em pó/néctar encontramos, comer em frente à televisão (41,4%), beliscar em frente à televisão (41,7%) e tempo de tela (37,7%). Conclusão: Foi possível observar que os adolescentes apresentam consumo regular de bebidas açucaradas e que está diretamente ligada a hábitos como comportamento sedentário, comer e beliscar em frente à televisão e comer fora de casa. Tais atitudes inadequadas podem acarretar em excesso de peso e se perpetuar até a vida adulta. Faz-se necessário ações que trabalhem a promoção da saúde na escola, através de educação alimentar e nutricional.

Publicado
2020-02-19
Seção
Saúde e Ciências Agroveterinárias - Resumo Expandido