HIPERSENSIBILIDADE DENTINÁRIA DE LESÕES CERVICAIS NÃO CARIOSAS

COMPARAÇÃO DO NANO P E RESTAURAÇÕES DE RESINA COMPOSTA

  • Letícia Pellenz Rech Centro Universitário FSG
  • Juliane Pereira Butze
  • Daniel Galafassi

Resumo

A hipersensibilidade dentinária é uma condição dolorosa comum dos dentes, associada à exposição dos túbulos dentinários através da perda da estrutura de esmalte causada por processos como abrasão, erosão, abfração ou desnudamento da superfície radicular devido tratamento periodontal ou recessão gengival. O seguinte trabalho tem como objetivos comparar qualitativamente a eficácia do dessensibilizante Nano P® com base na tecnologia de fosfato de cálcio nanoestruturado, organizado na forma cristalina de hidroxiapatita, com o tratamento restaurador convencional. Este estudo será constituído por uma comparação qualitativa, de caráter boca dividida entre o tratamento para com Nano-P e com Resina Composta. Os pacientes que procurarem atendimento na Clínica de Triagem do Curso de Odontologia do Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG) serão convidados a participar do estudo. A metodologia de análise de dados se dará através de uma análise descritiva através de tabulação de dados para constatação de alteração de estágio inicial baseadas em registros fotográficos e escala de percepção de dor.

Biografia do Autor

Juliane Pereira Butze

Docente do Curso de Odontologia da FSG Centro Universitário. Doutora em Periodontia pela UFRGS.

Publicado
2021-03-18
Seção
Saúde e Ciências Agroveterinárias - Resumo Expandido