INTERCORRÊNCIAS NA TERAPIA NUTRICIONAL ENTERAL EM PACIENTES CRÍTICOS

CUIDADOS E ESTRATÉGIAS DE ENFERMAGEM EM UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA

  • Joana Zanotti FSG
  • Andressa Vargas FSG Centro Universitário
  • Fernanda Gava Salcher FSG Centro Universitário
  • Giovana Munhoz FSG Centro Universitário
  • Maevy Freitas FSG Centro Universitário

Resumo

Revisão integrativa da bibliografia com o objetivo de identificar quais os cuidados de enfermagem e as estratégias propostas diante das intercorrências mais comuns na terapia nutricional enteral em paciente críticos. Após pesquisa e análise foram selecionados quatro artigos científicos de fontes primárias para revisão completa e integrativa. As pesquisas, dos artigos selecionados, foram realizadas através de coleta retrospectiva de prontuários de pacientes e de questionários destinados aos profissionais da área de enfermagem. Das intercorrências na Terapia Nutricional Enteral (TNE) um artigo abordou interações fármaco-nutrição enteral, dois trataram sobre risco de aspiração e três deles mencionaram intolerância a TNE relacionado a disfunção do trato gastrointestinal. Foi possível identificar as seguintes intercorrências na TNE: intolerância a TNE, risco de aspiração e interação fármaco-nutrição. Em relação aos cuidados e estratégias de enfermagem foram identificados: avaliação pelos enfermeiros de episódios de diarreia e/ou refluxo gastroesofágico e comunicação ao profissional responsável, conhecimento e uso dos diagnósticos de enfermagem para prevenção de complicações e seus agravantes, fixação da sonda e pHmetria, cabeceira elevada entre 30o e 45o e planejamento de horário para administração de fármacos evitando interações com a dieta.

Biografia do Autor

Joana Zanotti, FSG

Nutricionista. Especialista em Clínica e Terapêutica Nutricional. Mestra em Ciências Médicas

Publicado
2021-03-11
Seção
Saúde e Ciências Agroveterinárias - Artigo Completo