AVALIAÇÃO DO PREENCHIMENTO DE CANAIS RADICULARES COMPARANDO DOIS CIMENTOS ENDODÔNTICOS BIOCERÂMICOS

ESTUDO IN VITRO

  • Marília Costa da Silveira Centro Universitário da Serra Gaúcha
  • Alexandre Conde FSG Centro Universitário
  • Lucas Pigozzi FSG Centro Universitário
  • Mariá Cortina Bellan FSG Centro Universitário
  • Marília Paulus FSG Centro Universitário

Resumo

Os cimentos biocerâmicos estão sendo utilizados com maior frequência na endodontia como material de reparação e obturador do canal radicular, devido principalmente à sua biocompatibilidade. Com isso, o presente estudo tem como objetivo avaliar dois cimentos biocerâmicos, Bio C Sealer (ANGELUS) e Sealer Plus BC (MKLIFE), quanto ao escoamento e o preenchimento de canais radiculares de 20 incisivos superiores em acrílico (IM DO BRASIL). O escoamento dos cimentos será analisado de acordo com a norma ISO 6876 e o preenchimento dos canais será avaliado através da radiografia digital utilizando-se o sensor VistaScan Mini Easy (Durr, Biertigheim- Bissingen, Germany). Para o teste de escoamento a normalidade dos valores será testada pelo teste Kolmogorov-Smirnov. Se houver normalidade, o teste estatístico de escolha será o ANOVA de uma via. Não havendo normalidade será realizado o teste T de comparações múltiplas de Tukey. O nível de significância será de 95%. Para avaliar a qualidade de preenchimento dos canais, os dados serão submetidos ao teste Qui-quadrado com nível de significância de 95%.

Publicado
2021-03-17
Seção
Saúde e Ciências Agroveterinárias - Resumo Expandido