AVALIAÇÃO DA ALTERAÇÃO DIMENSIONAL DO GESSO APÓS MODIFICAÇÃO COM RASPAS DE GESSO CRISTALIZADO COMO ACELERADOR NO TEMPO DE PRESA

  • Lucas Pilatti Lazzari
  • Leonardo Lucchese Centro Universitário da Serra Gaúcha
  • Mariá Cortina Bellan FSG Centro Universitário
  • Lucas Bozzetti Pigozzi FSG Centro Universitário
  • Marília Paulus FSG Centro Universitário
  • Alexandre Conde FSG Centro Universitário

Resumo

Os tipos de gesso odontológicos estão ligados aos diferentes processos de calcinação, os quais podem ser submetidos a diferentes tipos de trituração, e elevação de temperatura (variando de 110ºC à 130ºC podendo ser esta elevação de temperatura sob pressão ou não), a cada tipo de gesso, as suas diferentes aplicações na Odontologia.1,2,3. Alguns modificadores do gesso podem ser empregados para acelerar (Cloreto de Sódio e Sulfato de Potássio) ou retardar (Bórax e Citrato de Potássio) o tempo de presa. Além desses, podemos utilizar como acelerador, raspas de gesso que já tomaram presa. Esse último de obtenção mais prática e que pode ajudar o cirurgião-dentista a otimizar o seu tempo clínico dentro de seu consultório.1  O processo de acelerar o tempo de presa do gesso pode ser relevante ao cirurgião-dentista desde que não traga alterações dimensionais, assim sendo, o presente estudo objetivo, avaliar a alteração dimensional dos gessos tipo II, III e IV pela adição de raspas de gesso que já tomaram presa.

Publicado
2021-03-16
Seção
Saúde e Ciências Agroveterinárias - Resumo Expandido