ASPECTOS CLÍNICOS E DIAGNÓSTICOS DA ESCLEROSE MÚLTIPLA

UMA REVISÃO

  • Tainá Testolin Centro Universitário da Serra Gaúcha
  • Gabriela Cavagnolli FSG Centro Universitário

Resumo

Introdução: A Esclerose múltipla (EM) é uma doença crônica degenerativa que se manifesta principalmente no sistema nervoso central (SNC), é caracterizada pela desmielinização da bainha de mielina onde a mesma apresenta um caráter inflamatório. Sua causa é desconhecida, porém vem sendo realizados diversos estudos sobre a respeito desta doença. As lesões que afetam o SNC. Objetivo: Revisar a literatura sobre a Esclerose Múltipla e suas características clínicas e laboratoriais. Metodologia: O estudo foi realizado através de pesquisas sustentadas pelas bases de dados como PubMed e SciELO, através das seguintes palavras chaves: esclerose múltipla, exames laboratoriais, diagnóstico, liquido cefalorraquidiado e bandas oligoclonais. Sendo a mesma realizada sem restrições de idiomas. Resultados: A EM pode se manifestar de diversas maneiras em cada paciente, é importante obter uma investigação e diagnóstico correto da doença, assim obtendo um tratamento mais eficaz.

Publicado
2021-03-11
Seção
Saúde e Ciências Agroveterinárias - Artigo Completo