RBFIN: UMA ANÁLISE DA PRODUÇÃO ACADÊMICA DE 2003 A 2012

  • Henrique César Melo Ribeiro Universidade Nove de Julho

Resumo

Este artigo analisou a produção acadêmica da Revista Brasileira de Finanças no período de 2003 a 2012. O estudo baseou-se num estudo de rede social e bibliométrico, utilizando-se da estatística descritiva em 150 artigos identificados. Os principais resultados deste estudo foram: predominância de artigos em parceria; Carvalho e Brandão foram os autores mais profícuos; USP e FGV (SP) foram as IESs com maior produção acadêmica; houve baixa densidade de rede de coautoria e das Instituições; a abordagem quantitativa foi a predominante; e os temas gestão de risco, mercado de capitais e governança corporativa foram os mais publicados durante os 10 anos analisados na Revista Brasileira de Finanças. Conclui-se, de maneira macro, que o acervo da RBFin reflete o universo da produção acadêmica da área de finanças no Brasil, primordialmente no que tange às temáticas gestão de risco, mercado de capitais e governança corporativa. Realça-se que este estudo contribuirá para estender e difundir a importância dos estudos científicos da área de finanças, colaborando a posteriori, para o crescimento de pesquisas ainda em fase embrionária e/ou aperfeiçoamento de trabalhos em fase emergente e/ou pesquisas em nível legitimado na literatura acadêmica nacional. Outra contribuição para este estudo é conseguir compreender como as redes de coautoria estão sendo trabalhadas durante a temporalidade de tempo deste estudo na RBFin, podendo ser essencial para entender como as pesquisas da área de finanças são trabalhadas entre os autores da área.

Biografia do Autor

Henrique César Melo Ribeiro, Universidade Nove de Julho
Publicado
2015-03-09