REPOSIÇÃO DE ESTOQUES A PARTIR DO USO DA MODELAGEM E SIMULAÇÃO: UMA APLICAÇÃO EM UMA EMPRESA DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL DE PEQUENO PORTE

  • Mirela Lazzarotto Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – Campus Bento Gonçalves
  • Daniel Battaglia Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – Campus Bento Gonçalves
  • Fabiane Cristina Brand Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – Campus Bento Gonçalves

Resumo

O gerenciamento de estoques de matérias-primas, materiais em processo ou produtos prontos apresenta-se como função importante a ser desempenhada pelos gestores. Decisões sobre a quantidade a ser estocada podem ser definidas com base em resultados decorrentes da aplicação de técnicas de Modelagem e Simulação. O presente estudo visa apresentar uma análise de cenários para a definição de uma política de reposição de estoques adequada a uma empresa de pequeno porte. Além disso, o artigo apresenta, também, uma experiência de aplicação de Modelagem e Simulação em um contexto de pequena empresa. Para isso, uma pesquisa com características qualitativa e quantitativa foi conduzida. Dentre os resultados, sugere-se que um dos cenários modelados melhor se configura à realidade da empresa, visto que permite que seja implementada uma política de reposição de estoques em que a quantidade de material estocado permanece mais equilibrada e praticamente não ultrapassa o nível crítico do estoque de segurança.

Biografia do Autor

Mirela Lazzarotto, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – Campus Bento Gonçalves
Daniel Battaglia, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – Campus Bento Gonçalves
Fabiane Cristina Brand, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – Campus Bento Gonçalves
Publicado
2015-03-09