AVALIAÇÃO DA POLÍTICA EDUCACIONAL EM 50 MUNICÍPIOS BRASILEIROS: EFETIVIDADE OU INÉRCIA SOCIAL COM BASE NOS ÍNDICES DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO?

  • Maurício Corrêa da Silva UFRN
  • Anderson Roberto Pires e Silva UFPA
  • Erivan Ferreira Borges UFRN
  • José Dionísio Gomes da Silva UFRN

Resumo

Este estudo objetiva avaliar se a política educacional resultou em efetividade ou inércia social nos 50 municípios brasileiros selecionados, a partir dos índices de desenvolvimento da educação básica (IDEB) com a utilização do modelo empírico das diferenças de médias da Análise de Variância. Foi testada a hipótese de que as políticas educacionais do ensino fundamental implementadas pelos municípios causaram mudanças sociais (efetividade social) na vida de seus usuários, por menor que seja a escala/grau. Contudo, tais ações não resultaram em mudanças significativas, o que mantém o status quo (inércia social). Os resultados revelaram para as médias dos IDEB da 4ª série/5º ano: 1) inércia social entre os anos de 2005-2007 e entre 2011-2013; 2) mudança social entre os anos de 2007-2009 e 2009-2011. Quanto ao ensino da 8ª série/9º ano, foi verificado que não existem diferenças significativas (inércia social) entre as médias dos IDEB (2005-2007; 2007-2009; 2009-2011 e 2011-2013).

Biografia do Autor

Maurício Corrêa da Silva, UFRN
Doutorado em andamento em Ciências Contábeis (Multi-institucional das UnB/UFPB/UFRN). Mestrado em Ciências Contábeis pelo programa Multi-institucional e Inter-regional das UnB/UFPB/UFPE/UFRN (2004/2005). Especialização em Contabilidade e Controladoria Governamental (2001/2002) pela UFPE. Graduado em Ciências Contábeis pela Sociedade Civil Colégio Moderno - Faculdades Integradas - Belém - PA (1985). Lecionou na Faculdade Santa Catarina (FASC), Faculdade Boa Viagem (FBV) e na Faculdade de Ciências Humanas ESUDA (FCHE), no período de agosto de 2002 a julho de 2009. Tem experiência na área contábil do setor público. Exerceu a função de contador do setor público por mais de 15 anos. Linha de pesquisa: contabilidade governamental, controladoria governamental e auditoria governamental. Atualmente é Professor Assistente da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) - Departamento de Ciências Contábeis, desde julho de 2009. Leciona as disciplinas: auditoria governamental, controladoria governamental, contabilidade governamental e administração financeira governamental.
Anderson Roberto Pires e Silva, UFPA
Doutorado em andamento em Ciências Contábeis (UnB/UFPB/UFRN). Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte/UFRN. Pós-graduado em Controladoria e Contabilidade pela FEAPA;Docência do Ensino Superior pelo CESUPA. MBA em Gestáo de Cooperativas de Crédito da Amazônia e Desenvolvimento Regional pelo NAEA/UFPA. Graduado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Pará;/UFPA. Professor efetivo (DE) da Faculdade de Ciências Contábeis da UFPA. Pesquisador da área contábil e administrativa;Cooperativas, Empreendimentos Econômicos Solidários e Terceiro Setor. Consultor contábil e administrativo de micro e pequenas empresas.
Erivan Ferreira Borges, UFRN
Doutor em Ciências Contábeis (2012). Mestre em Administração (2005), Especialização em Contabilidade Gerencial (2001) e Graduação em CIENCIAS CONTABEIS (1999) todos pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Atualmente é professor efetivo do Depto de Ciências Contábeis da UFRN. Tem experiência na área de Auditoria e Perícia Contábil, atuando como consultor, auditor e perito, nas esferas pública, privada e no 3o. Setor.
José Dionísio Gomes da Silva, UFRN
Graduado em Ciencias Contábeis pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1980), Especialista em Gestão Universitária pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1995), Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1991) e Doutor em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo (2000). Atualmente é Professor Associado da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Coordenador Regional do Programa Multiinstitucional em Ciências Contábeis (Doutorado e Mestrado) da UFRN/UNB/UFPB. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Controladoria, atuando principalmente nos seguintes temas: Hotelaria, Custos, Praticas Gerenciais sob a ótica financeira, Teoria da Contabilidade e Contabilidade Comportamental. É avaliador institucional e de cursos do Ministério da Educação -MEC/SINAES.
Publicado
2016-05-24