INDICADORES DE LIQUIDEZ E A SUA INFLUÊNCIA NO RESULTADO ECONÔMICO

Bruna Terra Mohad, Alexandre Costa Quintana

Resumo


Esta pesquisa teve como propósito apresentar e analisar a relação entre os indicadores de liquidez e de rentabilidade. Desse modo, recorre-se a revisão de literatura, destacando a importância da análise econômico-financeira nas empresas. A análise econômico-financeira permite que os gestores tomem decisões mais acertadas, ou seja, decisões que procure manter a liquidez adequada e a rentabilidade desejada pela empresa. A Administração do Capital de Giro, também está relacionada ao processo de tomada de decisão. Esse processo está principalmente ligado à liquidez da empresa, mas leva em consideração também a rentabilidade desejada pela empresa. O objetivo geral dessa pesquisa é analisar se as sociedades anônimas de capital aberto que possuem os indicadores de liquidez mais representativos, apresentam resultados econômicos também mais elevados, bem como, analisar os elementos que compõem esses indicadores.  Desse modo, foi realizada a análise de liquidez, onde foram calculados os seguintes indicadores: Liquidez Geral, Liquidez Seca, Liquidez Imediata e Liquidez Corrente. E na análise de rentabilidade foram analisados os seguintes indicadores: Giro Ativo, Margem Líquida, Retorno sobre o Patrimônio Líquido e Retorno sobre o Ativo. Esses indicadores foram aplicados nas empresas do novo mercado da BOVESPA, segmento composto por 129 empresas, no período de 2010 a 2012. Após a análise dos indicadores, os resultados encontrados demonstram que de modo geral, não existe correlação entre os indicadores de liquidez e de rentabilidade. As variações mais significativas entre os indicadores, foram decorrentes de caixa alto, empréstimos que elevam a despesa financeira, lançamento de despesas pré-operacionais como operacionais. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.