ANÁLISE ECONÔMICO-FINANCEIRO DA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DO INSTITUTO MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DE CURITIBA

  • Andrea Traub Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).
  • Anderson Catapan
  • Ana Paula Myszczuk

Resumo

As escolas de governo são instituições criadas para formar e capacitar servidores públicos, a fim de que estes desenvolvam a capacidade técnica indispensável para garantir a implementação das políticas públicas e uma prestação de serviços públicos de qualidade.  A sua estrutura organizacional está relacionada a secretaria ou órgão mantenedor a qual está vinculada, sendo relevante a capacidade deste em exercer influência, poder administrativo, sustentabilidade financeira e econômica para gerir as ações de formação e capacitação. Assim, este estudo tem o propósito de analisar o contexto econômico-financeiro de uma escola de governo e seu mantenedor, no que diz respeito a capacidade e sustentabilidade financeira, considerando que a capacidade financeira de um determina a sustentabilidade do outro. A relevância do estudo fundamenta-se em estimar perspectivas e refletir sobre o desempenho econômico-financeiro de uma escola de governo, visando a proposição de alternativas que possibilitem a sua longevidade e sustentabilidade. Deste modo, o objeto deste estudo é a Escola de Administração Pública (EAP), mantida pelo Instituto Municipal de Administração Pública (IMAP), autarquia da Prefeitura Municipal de Curitiba. Com base nos resultados apresentados, considera-se que o IMAP é uma instituição sólida do ponto de vista econômico-financeiro e dá condições de sustentabilidade para a EAP, embora esta tenha que repensar alternativas para ampliar a sua sustentabilidade e longevidade. 

Publicado
2017-03-02