Políticas Editoriais

Foco e Escopo

ESCOPO DA REVISTA
 

Imagem, termo cunhado pelos gregos como eidos e sua raiz etimológica idéia, nos faz tributários da Filosofia como “conteúdo concreto de um ato de pensamento”, deslizamos na polissemia de seu significado o concebendo como representação. A imagem em alguns contextos nos fascina, ficamos obnubilados a exemplo de Narciso, por outro lado, nos permitem simbolizar afetos, pensamentos e criações, principalmente, em uma perspectiva dita sublimatória. Assim a arte ocupa o lugar da representação, seja ela, na pintura, na escultura, nas letras e outras formas de expressão. 

cultura na contemporaneidade ganhou status de construção dos grupos sociais, passando a refletir não apenas o arcabouço de saberes coletivos, mas um formato de organização e representação política. Isso, pois a pluralidade dos grupos sociais existentes fez com que as diferenças culturais se transformassem em marcadores de relações entre as coletividades humanas. 

Ao considerar a amplitude de conhecimentos tangentes ao Design, Comunicação, Psicologia, Ciências Sociais; é imprescindível a abertura de um leque de referências no intuito de abarcar a complexidade e propiciar uma abordagem mais assertiva tanto em projetos quanto em pesquisas.

 Com publicação semestral, tem uma edição veiculada em junho e outra em dezembro e visa fortalecer o caráter científico e interdisciplinar inerente à proposta da revista, objetivando, também, ampliar o relacionamento externo com as mais diferentes áreas do saber.

 

Políticas de Seção

Artigos

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Revista Imagem

Revista Imagem é um projeto multimídia desenvolvido de forma transdiciplinar pelos cursos de Design e Psicologia da Faculdade da Serra Gaúcha. Produzida por professores, estudantes e colaboradores, a publicação é direcionada a teóricos, pesquisadores e interessados pelos conhecimentos difundidos no universo do ensino superior de graduação e pós-graduação.
 
Como o próprio título indica, a proposta central do projeto é debater os mais amplos sentidos do termo, bem como suas distintas abordagens em diferentes campos do saber. Para tanto, não serão desconsideradas perspectivas por vezes conflitantes, como a representação pelo desenho manual, a captura por dispositivos digitais, a edição eletrônica, a transmissão via satélite, a projeção na retina e a recriação pela mente humana, a transformação em reflexo, símbolo ou mito. A discussão está aberta.