NECESSIDADES ESTÉTICO-FORMAIS DE MÓVEIS PARA A CLASSE C

  • Adriana Stedille

Resumo

O design deve ser alicerçado com base na tríade empresa – designer – consumidor, onde a principal função é a prática, ou seja, a funcionalidade do produto, fundamentada através das necessidades básicas e essenciais (LÖBACH, 2001). O design de mobiliário é uma ramificação do design, que configura-se através de móveis, componentes e acessórios de uso doméstico servindo de facilitadores do dia-a-dia do usuário. A nova classe C tem buscado uma melhor qualidade de vida e isso se reflete em seus investimentos em utensílios para a casa. O mobiliário é responsável pela maior parte do investimento, sendo que a sala é considerada o ambiente mais importante do lar. Na busca pelo móvel ideal o usuário tem percebido a falta de estética e qualidade, principalmente em itens considerados populares. Mediante pesquisas, entrevistas e observação de campo desenvolvidas pelo autor, foram coletados maiores informações sobre as necessidades estético-formais aplicadas no mobiliário para a sala de estar, tais pesquisas identificaram também o sofá como o item mais importante dentro da mobília da sala. Conclui-se que o designer pode intervir através da projeção de um novo produto que atenda as reais necessidades, levando em conta estes atributos definidos pelo próprio usuário.
Publicado
2018-05-02
Seção
Artigos