O DESIGN GRÁFICO COMO ARTICULADOR SOCIOAMBIENTAL

  • Michele Silocchi
  • Gislaine Sacchet

Resumo

Atualmente são vários os problemas ambientais decorrentes da falta de uma conscientização social. O ser humano é o principal interventor na emissão de poluentes, visível também no descarte inadequado de medicamentos. A proposta realizada tem como objetivo apresentar iniciativas do Design Gráfico como articulador socioambiental, analisando e propondo estratégias para reaproveitamento e descarte dos medicamentos, favorecendo a saúde e bem estar da população farroupilhense. O estudo de caso de caráter exploratório foi realizado com o projeto da farmácia solidária, pertencente ao município de Farroupilha, RS. Para a obtenção das informações utilizou-se de pesquisas bibliográficas, documentais, entrevistas e observação. Com base nos resultados obtidos, considera-se que por falta de informações e programas de incentivo, boa parte da população mantém medicamentos em casa até o seu vencimento, descartando-os inadequadamente no lixo comum. Aliado a esta dinâmica a proposta de design gráfico procura reavaliar conhecimentos e contribuir para que através do projeto social, estas informações cheguem ao cidadão, demostrando que mudanças de hábitos favorecem o meio ambiente.
Publicado
2018-05-02
Seção
Artigos