ATUAÇÃO INTERDISCIPLINAR EM UM PACIENTE COM DEFICIT PERCEPTUAL: UM RELATO DE CASO

  • Viviana Furlanetto Manduca Schneider Centro Universitário da Serra Gaúcha/ Acadêmica egressa do curso de Psicologia e membro do Projeto de Pesquisa em Reabilitação
  • Caren Molon Centro Universitário da Serra Gaúcha/Acadêmica do Projeto de Pesquisa em Reabilitação do curso de Fisioterapia
  • Tânia Rudnicki Centro Universitário da Serra Gaúcha/ Doutora em Psicologia. Professora nos Cursos de Graduação e Pós-graduação em Psicologia
  • Renata D`Agostini Nicolini-Panisson Centro Universitário da Serra Gaúcha/ Professora Doutora, Coordenadora do Grupo de Pesquisa em Reabilitação

Resumo

Introdução: Distúrbios dos gânglios da base acarretam em manifestações clínicas desafiadoras para a equipe de reabilitação. Os déficits perceptuais, descritos na literatura como os sintomas que não são diretamente visíveis, são difíceis de serem reconhecidos e requerem tratamento interdisciplinar específico. Metodologia: Trata-se de um relato de caso clínico de uma intervenção interdisciplinar realizada de março de 2016 a dezembro de 2017 com fisioterapia e psicologia em um paciente com déficit perceptual, com lesão nos gânglios da base, como consequência de uma meningite. Objetivos: Sendo assim, esta pesquisa tem como objetivo relatar o caso clinico de uma intervenção interdisciplinar com fisioterapia e psicologia em um paciente com déficit perceptual, com lesão nos gânglios da base, como consequência de uma meningite.  Resultados: A atuação interdisciplinar da fisioterapia e psicologia promoveu resultados positivos na reabilitação do paciente relatado.
Publicado
2017-06-09
Seção
Saúde Pública: estratégias de saúde familiar, promoção de saúde pública, epidemiologia, vigilância sanitária e ambiental