CADEIRA DE BANHO ADAPTADA EM PACIENTES COM PARALISIA CEREBRAL

  • Eliana Albano Lopes
  • Débora Inês Corso
  • Daiane Giacomet
  • Renata D`Agostini Nicolini-Panisson Centro Universitário da Serra Gaúcha/ Professora Doutora Coordenadora do Grupo de Pesquisa em Reabilitação

Resumo

INTRODUÇÃO: A Paralisia Cerebral é um distúrbio de movimento e postura, causado por dano ao cérebro imaturo, com início na infância. (FINNIE, 2000). O termo paralisia cerebral denota uma série heterogênea de síndromes clínicas caracterizadas por distúrbios motores posturais permanentes de etiologia não progressiva que ocorre em um cérebro imaturo, podendo ou não estar associada a alterações cognitivas. Estas alterações motoras tornam o movimento voluntário descoordenado, estereotipado e limitado, prejudicando a realização das atividades de vida diária (LIMA et al, 2004). O banho nesse contexto, pode ser um desafio aos pais e cuidadores de uma criança com paralisia cerebral. Ensinar a criança a cooperar e eventualmente lavar-se, muitas vezes, pode ser difícil para os pais, especialmente quando a criança fica mais velha e mais pesada. Um dos problemas que surgem muitas vezes quando se dá banho em uma criança grande e pesada é a sobrecarga sobre a coluna vertebral do cuidador. Assim mobiliários e cadeiras adaptadas podem auxiliar muito pais e cuidadores de crianças com paralisia cerebral (ALMEIDA et al., 2015; CANAL et al., 2015).  OBJETIVO: O objetivo do presente estudo foi desenvolver uma cadeira de banho em PVC adaptada para crianças com paralisia cerebral de 07 a 08 anos para melhorar a mobilização do mesmo no momento do banho MATERIAIS E MÉTODOS: Inicialmente realizou-se uma revisão da literatura sobre a paralisia cerebral e cadeiras de banho. Com base nessa pesquisa, elaborou-se um projeto de uma cadeira de banho, com material plástico (PVC) que foi confeccionada e após ser entregue pela supervisora de estágio do curso de Fisioterapia a um paciente com paralisia cerebral com a idade descrita, usuário da APAE de Caxias do Sul. A prioridade foi melhorar a funcionalidade da criança no ato de banhar-se e criar alternativas aos pais de melhor condução da atividade, assim melhorando as atividades de vida diária. RESULTADOS E DISCUSSÕES: Com as revisões bibliográficas e revisões eletrônicas, conseguimos construir uma cadeira de banho adaptada para pacientes com paralisia cerebral, baseada no padrão motor espástico e nas dificuldades de locomoção da criança. CONCLUSÃO: Como resultado final, obtivemos a cadeira de banho com a estrutura de PVC fixa e pronta para uso. Observamos que o produto oferece as crianças com Paralisia Cerebral um suporte adequado, seguro para a realização das atividades diárias na hora do banho, a cadeira é um projeto favorável à criança e aos pais, pois ajudam em um melhor posicionamento com a criança, sendo assim ao mesmo tempo confortável. Por ser feita de um material de PVC que é leve e resistente, o produto oferece a vantagem de serem duráveis, de baixo custo, fácil manejo e regulagem podendo ser adaptada à realidade de cada paciente e desta forma favorecer o desempenho ocupacional no autocuidado.

 

Publicado
2019-06-14
Seção
Saúde Pública: estratégias de saúde familiar, promoção de saúde pública, epidemiologia, vigilância sanitária e ambiental